Adufscar

Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba

Publicado em 07.05.2019

MANIFESTO DA ADUFSCAR

1557247361_manifesto.jpg

No ano passado foram aprovadas a lei da terceirização, que faz prevalecer o negociado sobre o legislado, e a Emenda Constitucional n.95/2018 (EC 95), que congela por 20 anos os gastos públicos em Saúde e Educação.

Já no presente ano, há uma cruzada contra as Universidades e Institutos Federais, cortes elevados nos seus orçamentos (investimentos e custeios).

Nesse contexto ventila-se a ideia de privatização, de cobrança de mensalidades e até mesmo de fechamento de Institutos Federais.

A Reforma da Previdência, que retarda a idade da aposentadoria e diminui os seus valores, e que forja a privatização financeira das aposentadorias, é apresentada como a única forma de colocar “o Brasil e a governabilidade nos trilhos”.

Frente a este desmonte dos Direitos Sociais e do Trabalho, distintas categorias profissionais e as principais entidades sindicais do Brasil vem construindo, desde março deste ano, de forma mais intensa, uma unidade de resistência, com foco na luta contra a Reforma da Previdência.

No campo da Educação, a CNTE e a APEOESP, assim como o PROIFES, ANDES, Fórum Popular de Educação e o III Encontro Nacional de Educação (ENE), apontaram a data de 15 de maio como dia de Greve Nacional da Educação.

Em Assembleia realizada ontem, 6 de maio, na ADUFSCar, com participação de mais de cinquenta professores de São Carlos, Sorocaba e Araras, houve decisão unânime, nos três campi, de adesão à Greve Nacional da Educação no dia 15 de maio, sob o mote da defesa das Universidades Públicas e dos Institutos Federais gratuitos, laicos, inclusivos, de qualidade e socialmente referenciados, e contra a Reforma da Previdência e EC 95.

Portanto, na luta contra a Reforma da Previdência, defesa da Universidade Pública e Institutos Federais, nos termos referidos, e contra a EC 95 e cortes brutais de orçamentos, conclamamos os docentes da UFSCar a somar esforços e apoiar a decisão unânime da Assembleia, em consulta a se realizar no período de 8 a 10 de maio (quarta até sexta), em prol da adesão à Greve Geral da Educação, no dia 15 de maio (quarta-feira da semana que vem).

A Assembleia da ADUFSCar (06/05/2019)